In Destaque Reflexões

Regras e exceções


Essa semana estava refletindo sobre o quanto é bom quando passamos a lutar por nossos objetivos e vamos até as nossas ultimas forças para realiza-lo. A perseverança é louvável quando estamos a alcançar coisas. Mas com pessoas tudo fica mais complicado, né?

Tudo fica mais complicado, por que esta variável é realmente variável, se é que me entende. O outro não é uma marionete que segue a trajetória dos teus planos. E aí o que fazer?

Antes de destrincharmos as várias situações em que isso se aplica, quero falar um pouco com vocês sobre o que me fez abordar esse assunto.

Essa semana lembrei de algumas amigas que viviam insistindo em seus relacionamentos abusivos e justificavam suas decisões falando coisas do tipo "ah, mas eu amo por nós dois", "é só uma fase ruim".."ele tá assim porque eu devo ter feito alguma coisa de errado" (e nesses casos elas costumavam justificar agressões pelo stress do trabalho do companheiro ou por ter queimado o arroz).

Ser persistente é uma regra quando diz respeito a coisas que dependem na maior parte do teu esforço e comprometimento; e É uma exceção quando que para o sucesso ocorra precise que o outro esteja com o mesmo foco, intensidade e sintonia. Do contrario você se sentirá carregando o mundo nas costas e relevando, sacrificando-se e diminuindo-se cada vez mais ao ponto de não saber mais quem é você.

Por isso mantenha se lúcida(o) e abra bem os olhos, o destino é construído com pequenas atitudes dia a pós dia. Você está no controle ou pelos menos devia estar no controle da sua vida.

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Destaque Pronto Falei

Surperando expectativas - Percepções


Oi gente!!! Hoje vamos falar sobre as várias reações que estamos sujeitos em términos de relacionamentos. Passei por isso recentemente e mais uma vez ouvi aquela famosa e irritante frase - "Agora você precisa se colocar na pista, mostrar pra ele o que  foi que ele perdeu".


Caraca, chego a quase ter um ataque do miocárdio. E fico mais irritada ao tentar analisar o nível de demência que faz uma pessoa falar algo nesse sentido, mas espera aí... Você pode olhar e falar;
"Essa frase não tem nada de mais!". amigos não podemos esquecer que o que acabou foi o relacionamento com a outra pessoa e não com você mesmo, então qual o motivo de ficar por ai fazendo coisa que não condizem com sua personalidade e postura, pra quer??? pra ser notado, pra chamar a atenção de quem, não estar nem ai pra você? ficar orbitando em torno do que já passou não te levará a lugar algum. pelo contrário produzirá ainda sofrimento, você concorda?

Caro amigos a pessoa falar que o teu valor é subjetivo ao olhar e admiração de outros não tem nada de mais pra você? Quer dizer que o teu valor é de acordo com o que fulano acha ou não? O teu potencial é conferido por outra pessoa?

Ao ouvir isso da boca de um conhecido, comecei a refletir sobre o quanto algumas pessoas estão dispostas a anularem sua identidade para se sentirem encaixados em uma falsa superação, em falsos amores, e assim acabam se perdendo ao ponto de não  sentirem-se  felizes consigo mesmo.

Você não precisa sair por aí beijando várias bocas,( a menos que você queira) para mostrar para as pessoas que você já superou, se isso não é de fato o que estas sentindo.

As pessoas constroem caminhos e decidem se vão segui-los com ou sem você e não há nada que você possa fazer pra mudar isso. Não se fragmente para ser aceito, aproveite esse momento para investir em você matricule-se em uma aula de dança, vá ao cinema, viaje, faça novas amizades. mas faça por você seja sua melhor companhia organize-se deixe que o tempo sare as suas feridas, porque certamente um novo amor virá e quando ele chegar... eba!!!!!! você estará inteiro, para que não cometas o erro de projetar suas frustrações e traumas, em quem não os causou.

" Não permita que suas feridas firam outras pessoas , e lhe impeçam de viver o amor.'

Faça o que fizer, faça por você!

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Destaque Pronto Falei

Do fundo do Baú


E aí gente, desde quando eu dei uma pausa no blog, muita coisa aconteceu nesse período, mudamos de presidente, o Trump venceu nos states, Fidel bateu as botas e a Venezuela ficou sem comida. Mariana foi devastada, Hugh Jackman se despediu de Logan e eu voltei a postar 😊

Em breve contarei tudo que aconteceu nesse período; mas o que quero agora é agradecer a todos os leitores que estiveram sempre por aqui interagindo comigo. Continuem ligadinhos no blog  e aguardem os próximos posts que serão um arraso.

Até logo Muchachos.

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Destaque Favoritos Reflexões superando medos.

Caindo na Real


Sabe aquele momento em que você pensa "alguma coisa aqui precisa mudar, e precisa mudar rápido"; Então, em 2015 eu pensei nisso e ano passado por mais difícil que fosse eu comei a mudar algumas coisinhas na minha vida.
Sei que 2016 foi um ano louco pra muita gente, pra mim ele foi surpreendente e desafiador; quer saber como em um ano coloquei um ponto final em um relacionamento abusivo de 20 anos e me redescobri? Então continua lendo e veja como eu caí na real.

Na verdade no mundo real, sabemos que histórias desse tipo são bem mais tensas e complicadas, cheias de sensações e idas e vindas na decisão tomada. Tenho dificuldades em explicar como tudo isso aconteceu, mas o que eu espero de coração, é que ao compartilhar minha história qualquer leitora que está em um relacionamento abusivo tome coragem para se libertar e seguir em frente.

Agora já mais forte, é fácil pra mim admitir que aquilo era uma prisão, como se tivesse permitido meu próprio sequestro, e aos poucos fui perdendo minha identidade, na verdade estava abrindo mão de mim. uma lição que aprendi com isso foi;
"o lance nunca deve ser maior que o prêmio"
Em 2015 ficou difícil de ignorar a estupidez constante e o fato cada vez mais claro de não ser amada de verdade.

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Destaque Direto da Gaveta Reflexões superando medos.

Enfrente seus medos


Olá pessoal, hoje iremos falar sobre medo, aquele velho conhecido, que faz tudo que é novo parecer um perigo eminente.

Mas você sabe qual é a definição de medo? não? Então vamos lá!
Medo - estado afetivo suscitado pela consciência do perigo ou que, ao contrário, suscita essa consciência/ansiedade irracional ou fundamentada; receio.

Vocês já notaram que o medo é uma especie de paradoxo?
O medo cria barreiras que nos restringe em muitas áreas, seja familiar, profissional ou emocional. O medo gera insegurança e outros sentimentos que acabam por nos aprisionar, em nossa própria mente.

Mas espera só um segundo, de onde foi que veio esse medo? se você analisar esta situação por alguns minutos vai chegar a uma única reposta, que é a de que "esse medo só existe na sua cabeça".

Sim, é isso mesmo que você leu! Somos humanos e é normal que nossos medos sejam baseados em experiências negativas que tivemos no passado. O que não faz sentido é esse medo ditar o rumo da nossa vida.

Eu sei o quão difícil é confrontar a si mesma, afim de se livrar das barreiras que construímos durante a vida, as criamos para nos proteger das pessoas, do mundo. Mas os sentimentos negativos que acumulamos quando tomamos esta postura, é como veneno que se toma sem saber.

Por isso se possível, faça uma análise rápida na sua vida com as perguntas abaixo:

Você criou barreiras emocionais para se defender?

As barreira que você criou, já fez com que conhecidos, amigos e familiares se afastassem de você?

Por medo (Insegurança) você evita fazer novas amizades e socializar?

Espero que você tenha respondido as perguntas com sinceridade, e se na maioria delas você respondeu sim, pode ser que o medo tenha interferido significativamente na sua vida.

Mas agora que já sabemos disso, vamos refletir sobre o que nos levou a ter tanto medo, por que nem ao menos tentamos, vamos lá! Arrisque, tente mais uma vez, dê mais chances a você.

Não sou especialista, estou apenas compartilhando algumas perguntas que fiz a mim, para romper com as barreiras do medo e viver a vida plenamente.

Essa experiência me fez entender, que é preciso aliviar a bagagem, é preciso eliminar da nossa vida maus vícios, tudo aquilo que nos impede de avançar. O que acontece com muitos de nós, é que nos acostumamos com nossos medos com receio de enfrentá los.

"Jogue me aos lobos, e voltarei líder da matilha."
Autor Desconhecido

Enfrente seus medos e vença seus obstáculos mentais, pois você os criou, então você pode destruí los. Se você acha que não consegue sozinho, procure um especialista, peça ajuda de um amigo e pouco a pouco vença seus medos, você é capaz!

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In blog Destaque Drive Primeira Habilitação superando medos.

Minha primeira Habilitação


Olá pessoal! finalmente tirei a minha sonhada CNH.
Acontece que aos 38 anos, depois de tanto protelar, sentir medo, e achar que não valia mais a pena conquistar esse sonho; Eu consegui.

Enfrentei muitas barreira mentais e voilà, finalmente posso dizer que sou uma pessoa habilitada, e como de costume irei compartilhar com vocês essa história.

Eu não esperava dizer isso, mas todo o processo foi relativamente fácil, e se tenho que condensar toda experiência em apenas duas dicas, essas são: tenha calma e estude que vai dar certo.

As pessoas tem o costume de espalhar o medo, quando perguntamos sobre como é o processo da primeira  habilitação, dizem que é muito difícil e que fulano reprovou, e que ciclano está a mais de dois anos tentando tirar a sua primeira habilitação. E honestamente esperava tudo isso, imagina a minha surpresa ao descobrir que tudo que precisava era manter a calma, estudar aquele livro que a auto escola disponibiliza e ficar atento as instruções de quem estava aplicando o teste/ensinando.

O processo para obter a primeira habilitação varia de estado para estado, mas você precisa pagar dois boletos que você pode emitir através do site do Detran do seu estado, o boleto da primeira fase é para os exames médicos e psicotécnicos, o boleto da segunda fase é referente a legislação e taxas da prova de trânsito. Não é nada muito complicado, mas o processo exige paciência.

Quando comecei a ter o desejo de tirar a habilitação, logo pedi para que um conhecido, me ensina-se o básico em relação a dirigir uma moto, e foi uma experiência horrível, era a primeira vez que eu andava de moto, e o sujeito me colocou para fazer baliza e não parava de gritar comigo. Depois disso criei uma barreira mental e simplesmente entrava em panico toda vez que tentava dirigir uma moto. 

Me sentia péssima, parecia que todo mundo conseguia dirigir e eu era a exceção, mas deixei um pouquinho de lado a moto, e paguei a um instrutor para que desse aulas de carro, e ele foi super paciente comigo e na quinta aula eu estava dirigindo muito bem. Foi aí que eu percebi que era capaz e superei o medo de dirigir uma moto, então leve a sério quando digo, que não precisa ter medo, se você se esforçar você consegue, pode parecer clichê mas é verdade.

Então irei passar algumas dicas básicas, que considero ser de grande valia para você condutor iniciante.

Não tenha medo!
Eu sei que muitas pessoas já passaram experiências desagradáveis com automóveis, e acabaram criando uma barreira enorme, alguns ao ponto de nem conseguir ligar a moto/carro. Tente com todas as suas forças superar isso, acredite você não é o único a passar por isso, e lembre-se você é capaz.

Seja Paciente ;)
Além da paciência que todo processo exige (devido a algumas burocracias). Você precisa ser paciente consigo, precisa entender que algumas pessoas simplesmente aprendem com mais facilidade que outras, e isso não o torna inferior, apenas um ser singular.

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Artesanato blog Decoração Destaque Direto da Gaveta Inspiração Recicláveis

Decoração com Paletes de Madeira


Como vai Pessoal? Que tal nos inspirarmos para decorar nossa casa e darmos um Up em tudo gastando pouco?

Separei algumas imagens super criativas, que além de deixarem a sua casa mais bonita ainda ajuda o meio ambiente pois são feitos com paletes de madeira ( que geralmente são descartados em feiras livres e em lojas de material de construção). Vale a pena, soltar a imaginação e começar a criar.


Essas fotos me inspiraram a começar um projeto pessoal,  Estou criando uma Horta e um Jardim com materiais recicláveis e assim que concluir este projeto estarei postando o passo a passo para vocês aqui no Blog!

Aguardem que está ficando lindo...

Comente e deixe sua sugestão, amamos seu Feedback
Até o próximo Post!

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments